Projetos

Voltar

Cidades Sustentáveis

Cidades Sustentáveis

O Estudo

O Estudo Cidades Sustentáveis está sendo desenvolvido pelo CGEE para o Programa Tecnologias para Cidades Sustentáveis, da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (SECIS) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com vistas ao desenvolvimento de uma estratégia de ação para o tema dentro do Ministério através da construção de uma agenda de CTI.

 

Objetivos

O Estudo tem como objetivo identificar potenciais papeis para o MCTI fomentar soluções de CTI à desafios atuais e futuros relacionados à cidades sustentáveis, bem como apontar possíveis passos para o desenho de políticas de CTI que levem em consideração o território e seu contexto. Nesse contexto, são sete os objetivos específicos:

  • Definir um conceito de cidade sustentável operacional ao MCTI no seu Programa Tecnologias para Cidades Sustentáveis da SECIS;
  • Identificar os principais desafios para que as cidades sejam mais sustentáveis;
  • Mapear possíveis soluções aos principais desafios identificados, tanto atuais como futuros, para o desenvolvimento de cidades sustentáveis;
  • Selecionar potenciais critérios para que o MCTI possa priorizar demandas e potenciais soluções a serem fomentadas ou induzidas;
  • Pesquisar formas de se usar o contexto territorial como elemento para balizar políticas e investimentos de CTI;
  • Propor uma agenda de CTI que aponte potenciais papeis para o MCTI fomentar soluções integradas em alinhamento com atores selecionados do SNCTI; e
  • Dar subsídios para orientar o desenho e/ou implementação de políticas de CTI para alavancar uma estratégia de ação para o tema “cidades sustentáveis”.

 

Abordagem metodológica

O estudo foi realizado em cinco etapas, a saber:

  • Etapa 1. Escopo do estudo: caracterização da demanda, definição de contornos e planejamento das atividades do estudo;
  • Etapa 2. Diagnóstico: levantamento e análise de informações e de referências bibliográficas acerca de conceitos e dos desafios e soluções associadas para o desenvolvimento de cidades sustentáveis, bem como mapeamento de stakeholders;
  • Etapa 3. Exploração de Alternativas: exercício criativo visando a construção de alternativas de futuro para identificar pressupostos antecipatórios e fomentar um debate acerca de desafios e soluções associadas, além de um conceito de cidade sustentável que seja apropriado ao MCTI e de possíveis papeis a serem fomentados pelo Ministério e atores selecionados do SNCTI;
  • Etapa 4. Priorização: refinamento e validação dos achados nas três etapas anteriores, além da seleção de critérios de priorização a serem potencialmente usados pelo MCTI para fomentar soluções contextualizadas em alinhamento com atores selecionados do SNCTI; e
  • Etapa 5. Recomendação: definição das ações a serem fomentadas pelo MCTI através da proposta de uma agenda de CTI.

Em cada Etapa foram realizadas diversas reuniões com o MCTI, objetivando analisar o progresso do estudo e indicar oportunidades de correção de rumo.

 

Equipe CGEE

Diretor Supervisor:

Antônio Galvão

Coordenador:

Cristiano Cagnin

Equipe:

Raiza Fraga, Beatriz Vilela, Ivone Oliveira e Katia de Alencar

Colaboradores:

Haroldo Torres e Maurício Broinizi