Notícias

Conferência livre debate o papel estratégico dos INCTs

Realizado em Brasília, com a organização do CNPq, o encontro abordou grandes projetos de pesquisa e redes de cooperação científica.

Rio de Janeiro elabora mapa de ações para a 5ª CNCTI

Conferência organizada pela SBPC discutiu, entre outros temas, o setor econômico e industrial da saúde, tecnologias de baixo carbono, transição energética e segurança alimentar.

CGEE promove webinar de lançamento de informe sobre células a combustível

Com presença de autoridades e especialistas, o informe trará dados inéditos sobre o tema.

Dirigentes do CGEE e do CNE se reúnem para debater a articulação das instituições para a 5ª CNCTI

De acordo com Anderson Gomes, a partir do que foi debatido, será organizada uma conferência livre sobre educação básica.

Novo diretor do CGEE fala sobre as prioridades da sua gestão

Há cerca de um mês no cargo, Anderson Gomes destaca o papel do Centro na elaboração da estratégia para o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Finep realiza o 5º Seminário sobre Neoindustrialização sob o tema Minerais Estratégicos no contexto de um Projeto Nacional

O 5º encontro “Neoindustrialização em novas bases apoio à Inovação nas empresas” integra uma série de seminários promovidos pela Finep, sob a coordenação do Chefe de Gabinete da Presidência, Fernando Peregrino, para gerar subsídios para a 5ª CNCTI.

CGEE marca presença no 5º Seminário sobre neoindustrialização em novas bases e apoio à inovação nas empresas

O diretor-presidente do Centro, Fernando Rizzo, esteve presente na mesa de abertura do seminário que ocorreu na sede da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

O compromisso do Oics na busca por inovações e soluções urbanas

A iniciativa tem contribuído com debates relacionados à sustentabilidade e políticas públicas, assim como o desenvolvimento de novas ações para abordar esses temas.

Conteúdos mais visualizados Conteúdos mais visualizados

Voltar

Coletânea

SBPC

Coletânea


Agência CT&I Amazonas/ Carlos Fábio Guimarães

A pesquisadora Bertha Becker, uma das grandes colaboradoras do CGEE, foi homenageada pelo Centro em sessão especial realizada ontem (25), durante a programação da 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que acontece no Recife (PE). O encontro contou com a participação da presidente da entidade, Helena Nader, e de diversos representantes da academia.

Professora emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Bertha era considerada uma referência internacional em geografia política, principalmente em estudos sobre a Amazônia. A pesquisadora faleceu no dia 13 de julho, aos 83 anos.

“O CGEE decidiu prestar uma homenagem à Bertha e também compartilhar as suas contribuições aos estudos do Centro com todos aqueles que conhecem ou gostariam de conhecer a obra dessa pesquisadora que tanto contribuiu para o desenvolvimento do país”, afirmou o presidente do CGEE, Mariano Laplane.

Na ocasião, o Centro lançou uma coletânea que reúne em CD textos, alguns inéditos e outros já publicados, elaborados pela pesquisadora entre 2006 e 2012, período ao longo do qual o CGEE contou com a sua dedicação à reflexão sobre os caminhos do desenvolvimento sustentável da região amazônica e da integração nacional.

Durante a sessão, a geógrafa Adma Figueiredo, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), lembrou das propostas visionárias de Bertha em relação à Amazônia. “Ela foi pioneira nos estudos sobre as cidades e fronteiras amazônicas. Produziu inúmeros avanços conceituais e metodológicos, como a constituição de políticas de zoneamento para a região”, disse.

O antropólogo Otávio Velho, da UFRJ, lembrou da capacidade de diálogo e de conciliar posições da pesquisadora. Ele também destacou o respeito da geógrafa pelos conhecimentos tradicionais. “Ela tinha isso de uma maneira muito forte, mas buscando um relacionamento entre esses conhecimentos e a ciência”, afirmou.

A pesquisadora Tatiana Sá, da Embrapa Oriental, ressaltou a contribuição de Bertha para a formulação de políticas públicas. “Várias de suas ideias inspiraram programas ou projetos de pesquisa”, disse.

A coletânea pode ser acessada neste link.