Projetos

Voltar

Projeto Painéis CTI-ODS 2030 Belém – Biodiversidade

Ícone do projeto

Projeto Painéis CTI-ODS 2030 Belém – Biodiversidade

Com o intuito de expandir o nível de conscientização da sociedade sobre o papel da ciência, tecnologia e inovação no atendimento da Agenda 2030 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), em articulação com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), organizam o ciclo “Painel CTI para a Sustentabilidade - CTI ODS 2030”. Seis grandes temas serão debatidos: Biodiversidade; Mulheres na Ciência; Tecnologia & Emprego; Conhecimento Científico; Nexus: segurança hídrica, energética e alimentar; e Transformações Sociais.

Em cada evento, haverá um(a) conferencista, um(a) mediador(a) e três debatedores(as) que tratarão de temáticas relacionadas com a sustentabilidade, considerando as contribuições da CT&I para o alcance dos ODS. Cada debate será norteado por um conjunto de sínteses produzidas previamente pelos(as) conferencistas. O formato do ciclo considera as diferentes visões dos produtores e consumidores de CT&I e procura facilitar os debates, empregando tecnologias de informação e comunicação. Os achados do ciclo de conferências serão consolidados em um documento propositor de política (policy paper), que será difundido em novembro deste ano.

O primeiro encontro terá como tema "Biodiversidade" e a cidade de Belém (PA) foi a escolhida para receber, no dia 22 de agosto, representantes da comunidade de pesquisa, da iniciativa privada e do governo para um debate que integrará visões diversas na identificação de sinergias e de proposições para o desenvolvimento sustentável.

 

Saiba mais sobre os participantes do painel ODS Belém:

     

Adalberto Luis Val

Pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Val já atuou como diretor do órgão. Eleito, em 2005, membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), é ex vice-presidente para a Região Norte. PhD pela Universidade da Columbia Britânica no Canadá, atualmente, é, também, professor adjunto da Escola de Pós-graduação da Universidade de Laval, no mesmo país.
     
 

Fátima Chamma

A empresária Fátima Chamma é diretora-executiva e proprietária da Chamma da Amazônia, marca de produtos cosméticos produzidos a partir de matérias-primas da região Norte. O empreendimento, que tem forte preocupação regional e sustentável, já fez parte da Incubadora de Base Tecnológica da Universidade Federal do Pará (UFPA).
     
 

Bernardo Silva

O atual presidente executivo da Associação Brasileira de Biotecnologia Industrial (ABBI) é mestre em relações internacionais pela Universidade Tufts, nos Estados Unidos e foi o primeiro brasileiro a ser aceito como um Global Leadership Fellow pelo Fórum Econômico Mundial em 2012, onde já atuou. Silva também liderou projetos na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos do Brasil (ApexBrasil) e no Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).
     
 

José Seixas Lourenço

O atual diretor-presidente da BioTec-Amazônia é PhD em Geofísica pela Universidade da Califórnia e já foi reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Além disso, já atuou como diretor do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e, também, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).
     
 

Maria Paula

Atriz, comediante, apresentadora, escritora, repórter e psicóloga, Maria Paula já apresentou programas na Rede Globo, na extinta MTV Brasil, na Discovery Channel e na Band. Além disso, é cronista da Revista de Domingo do Correio Braziliense e embaixadora da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano do Ministério da Saúde.

 

                             

 

 

Tema: Biodiversidade

Sudam, Belém (PA), 22 de agosto 2018

Acesse a programação

Acompanhe a transmissão