Voltar

Diagnóstico das ciências humanas, sociais aplicadas, linguística, letras e artes (CHSSALLA)

Ícone do projeto

Diagnóstico das ciências humanas, sociais aplicadas, linguística, letras e artes (CHSSALLA)

Apresentação

As ciências humanas, sociais aplicadas, linguística, letras e artes (CHSSALLA) possuem um irrefutável caráter estratégico para o desenvolvimento nacional sob diversas abordagens e, em particular, para o desenvolvimento científico e tecnológico brasileiro. O projeto Diagnóstico das CHSSALLA busca contribuir com este debate, mapeando o perfil dos pesquisadores e da pesquisa nessas áreas. Além disso, a iniciatva destaca a contribuição desse grupo para temas estratégicos do desenvolvimento nacional. De acordo com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), essas três grandes áreas se dividem em 26 áreas do conhecimento científico, conforme tabela abaixo.

 

Tabela 1. Áreas do Conhecimento por Grande Área

Humanas

 
Antropologia Geografia
Arqueologia História
Ciência Política Psicologia
Educação Sociologia
Filosofia Teologia

Sociais Aplicadas

 
Administração Economia
Arquitetura e Urbanismo Economia Doméstica
Direito Museologia
Ciência da Informação Planejamento Urbano e Regional
Comunicação Serviço Social
Demografia Turismo
Desenho Industrial  

Linguística, Letras e Artes

 
Linguística Letras
Artes  

Fonte: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Elaboração: CGEE

 

Quem são os pesquisadores brasileiros pesquisando e/ou lecionando nessas três grandes áreas? Qual o perfil da pesquisa desenvolvida por esses profissionais? Qual a distribuição regional desse grupo? A que tipo de financiamento essas pesquisas têm acesso? Essas são algumas das perguntas que o projeto procura responder.

 

Parceiros

O projeto é fruto do esforço do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) em jogar luz sobre esses campos da ciência brasileira. Além disso, o projeto reflete a necessidade de ouvir os atores e as comunidades impactados pelas políticas públicas de ciência e tecnologia, enquanto propicia o autoconhecimento dessas áreas, ou seja das CHSSALLA. A idealização original do presente projeto foi feita pelo Fórum de Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas (FHCSSA) e apresentada ao MCTIC pelo próprio fórum. A entidade é uma articulação de 54 associações ou sociedades científicas brasileiras que tem como missão promover o debate sobre “temas relativos às políticas e às práticas de pesquisa que afetam os(as) pesquisadores, a comunidade científica e a sociedade brasileira”. Por sua vez, o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) acolheu a missão de liderar, planejar e conduzir esse Diagnóstico, que teve início no segundo semestre de 2018 e tem término previsto para o final de 2019.

 

Metodologia

As bases conceituais e metodológicas, assim como os recortes realizados e construídos nas reuniões de governança do projeto, pretenderam gerar inteligência coletiva para construção das análises. Foram utilizados métodos de design thinking e visão prospectiva, além de laboratórios de análise de redes de similaridade semântica que permitiram o manuseio e a compreensão de grandes volumes de dados ligados à produção científica das CHSSALLA. As reuniões ocorreram regularmente desde o início do projeto e contaram com a participação de representantes do MCTIC, do FCHSSA e do CNPq. O CGEE presta seus mais sinceros agradecimentos pela parceria e pela riqueza dos aprendizados compartilhados. Também têm sido primordiais para a análise dos dados os debates promovidos no âmbito de associações científicas disciplinares e multidisciplinares. O levantamento de dados foi feito pela equipe técnica do CGEE a partir das bases oficiais do governo federal e de extrações e cruzamentos especiais obtidos por meio de ferramentas desenvolvidas no Centro.

 

Comitê de Governança

Coordenação-geral de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas - MCTIC

Ricardo Neves

Fernanda Gomes Rodrigues

 

FCHSSA

Mário Cezar – coordenador do fórum (Anpoll)

Fernanda Sobral – SBS (Atualmente vice-presidente da SBPC)

Andrea Gouvea – Anped

Manoel Fernandes – Anpege

Ivan da Costa Marques – Esocite

 

Equipe Técnica

Supervisão

Márcio Miranda

 

Coordenação

Mayra Juruá Gomes de Oliveira

 

Equipe

Adriana Badaró de Carvalho Villela

Carlson Batista de Oliveira

Jackson Max Furtunato Maia

Marcelo Augusto de Paiva dos Santos

Sofia Daher

Verena Hitner

Vídeos

Animação:

Making of: